Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Encontros Mágicos regressam à cidade

cartaz

 

É já na próxima terça feira que arrancam em Coimbra os Encontros Mágicos. Esta 20ª edição, que se prolonga até ao próximo dia 25, traz até à urbe estudantil 23 mágicos/iliusionistas de dez diferentes países, com um total de 127 espectáculos. Durante seis dias, Coimbra, por iniciativa do mágio Luís de Matos com o apoio da autarquia, volta a ser a capital da magia, num evento que leva as ilusões às ruas e praças da cidade, mas também às freguesias vizinhas e a hospitais e mesmo ao Estabelecimento Prisional de Coimbra.

Nas noites de sexta-feira e sábado terão lugar as duas galas do festival, que nesta 20ª edição deixam o habitual palco do Teatro Académico de Gil Vicente, para terem lugar no novo espaço de espectáculos de Coimbra, o Convento de S. Francisco. Esta 20ª edição, mais uma vez produzida por Luís de Matos, prossegue o roteiro de espectáculos habitual, que se tem revelado de grande sucesso junto do público.

“Coimbra é uma cidade mundialmente relacionada com a magia”, considerou o mágico Luís de Matos, que promete uma edição animada por mágicos de grande qualidade e originalidade, vindos de dez diferentes países. Assim tem sido ao longo dos anos, com as ruas da cidade e o palco da galas a acolher mágicos consagrados, mas também jovens talentos que emergem neste particular mundo do ilusionismo.

A afirmação dos Encontros Magicos fez-se nas galas, mas também, e sobretudo, nas ruas da cidade e nos hospitais e na Cadeia Penitenciária, num contrubuto solidário que também já é uma marca do festival, que é o maior do país, com reconhecida importância internacional.

Para além das visitas aos Hospitais da Universidade de Coimbra e IPO, o festival vai ter espectáculos de manhã e tarde na Baixa coimbrã (Praça 8 de Maio, ruas Visconde da Luz e Ferreira Borges e Largo da Portagem). No último dia do evento (Domingo 25), a Magia acontece pelas 11 horas no Parque do Vale das Flores.

Originalidade coreana e jovem prodígio alemão

A 20ª edição do Festival de Magia de Coimbra conta com a participação de 23 artistas, oriundos de dez países. Com estilos bem diferentes, entre estes mágicos convidados estão três mulheres — uma das quais, britânica, que envolve a magia com o ballet clássico. Entre os participantes estão ainda finalistas das edições britânicas e norte-americanas do famoso programa televisivo “Got Talent” e artistas especialistas na magia de rua.

Luís de Matos, produtor do evento e o mais famoso mágico português, destaca “a qualidade de todos” os participantes, mas aponta dois como marcos importantes desta 20ª edição: o coreano Young-Min Kim e alemão Moritz Muller. O artista asiático pela sua extraordinária inovação na arte mágica e o europeu por ser um menino prodigio, com apenas 13 anos de idade. O jovem alemão torna-se assim no mais jovem ilusionista a participar no reputado certame conimbricense.

Todos os espectáculo são gratuitos, à excepção dos dois espectáculos das galas no Convento de S. Francisco, que custam 15 euros.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -