Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Janeiro 27, 2022

Queremos um Hospital de Retaguarda

Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

cascais

 

Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, veio para a política para se “safar”. Favor aqui, influência movida ali, perseguição interna acolá, movem-se neste pântano como a água no azeite (vão boiando, atentos e com o punhal na dentição). Chegou agora a vez do antigo hospital de Cascais. Sabem, aquele que foi doado pelos condes de Castro Guimarães à população de Cascais? Por (muito) dinheiro a direita faz o que for preciso e espera o tempo que for necessário.

Pensa este Executivo camarário predador, que o tempo actual é propício (como se vê, o hospital cai de podre) à realização da negociata que não deve fazer. Que é imoral fazer! Quer permitir a construção duma universidade privada de medicina no local do velho hospital, à revelia do estipulado pela vontade soberana dos condes. Isto é; manter na esfera pública um hospital para tratar doentes.

O PCP há muito que tem um projecto elaborado, rigoroso, para reactivar esta unidade de cuidados médicos através de um hospital de rectaguarda que assegure os cuidados paliativos a todos e em especial aos velhos, pela natural delicadeza e carinho que devem possuir quando as suas vidas, entre nós, lhes for fugindo.
Leitor identificado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -