Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Novembro 28, 2021

Fatuk Mutin Candidato às Eleições Presidenciais 2017

M. Azancot de Menezes
PhD em Educação / Universidade de Lisboa. Timor-Leste

Timor Leste, eleições Presidenciais 2017, António Lopes / Fatuk Mutin

António Maher Lopes / Fatuk Mutin nasceu em Díli, em 01 de Dezembro de 1965.

Frequentou os seus estudos do Ensino Primário no Colégio das Madres (Díli), entre 1971 e 1974, interrompidos por causa da Revolução dos Cravos que derrubou o regime fascista português em 25 de Abril de 1974, e também devido à conturbação decorrente dos preparativos e da invasão de Timor-Leste pelas forças agressoras indonésias.

Em 1977 ingressou no Colégio S. Francisco de Xavier, em Dare (Díli), tendo concluído os estudos em 1979, para depois realizar o exame do Seminário Menor de Nossa Senhora de Fátima, em Lahane, e no Externato de São José, em Díli, onde frequentou e concluiu o ensino pré-secundário, secundário e ano propedêutico.

Profundamente ligado às questões dos valores do humanismo, da moral e da ética, decidiu ingressar em 1987 no Instituto Superior de Teologia e Filosofia de Widya Sasana, Malang, Surabaya, Java Oriental (Indonésia), tendo concluído o curso de Licenciatura em Filosofia e Teologia.

António Lopes / Fatuk Mutin foi um enérgico lutador pela libertação da Pátria, tendo-se envolvido de forma vigorosa nas acções da Frente Clandestina e em actividades da resistência armada como membro da Brigada Negra (Força Especial das FALINTIL em contexto de Guerrilha Urbana), na Indonésia, e em Timor-Leste.

Político de grande perspicácia e maturidade, co-fundador da FECLITIL – Frente Estudantil Clandestina para a Independência de Timor-Leste (1989), da AST – Associação Socialista de Timor (1991), e do PST – Partido Socialista de Timor (1997), envolvido em inúmeras actividades de cidadania, é hoje muito respeitado pelos líderes históricos da resistência, pela Igreja, e uma referência fundamental da juventude, devido ao seu percurso de vida íntegro, regulado pela coerência e abnegação, pela moral e ética, pela honestidade intelectual, e pela profunda ligação à cultura do Povo timorense.

No âmbito da luta de libertação nacional foi co-autor do Manual Político da AST intitulado “O Embrião da Libertação”, e participou na redacção de outros dois livros, “A luta pela libertação e o Direito internacional” e “Fragmento Histórico”.

Actualmente, António Lopes / Fatuk Mutin, candidato presidencial às eleições de 2017, dedica-se à consultoria, e a actividades de Educação Social e Política.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -