Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Outubro 25, 2021
- Publicidade -

TAG

mãe

Pudessem

Poemas de Delmar Maia Gonçalves "Pudessem" Pudessem os bons compreender que o silêncio é também o suicídio das almas vindouras Pudessem os bons interiorizar que só a união faz a...

Mamã

Poemas de Delmar Maia Gonçalves I Mamã deixa-me gritar a voz da revolta amordaçada pelo tempo Não quero que a esperança morra Porque em mim acordou insónias!   II "Vozes" Vozes ancestrais me murmuram Com que propósitos me murmuram? Vozes ancestrais me...

É ao lado da poesia que me quero

Poema inédito de Beatriz Aquino É ao lado da poesia que me quero É ao lado da poesia que me quero, correndo livre no subjetivo das coisas, surfando...

Tão bem te fica esse nome mãe!

Talvez sem ti, sem a tua existência, a capacidade única de saber e estar e ser, nada mais seria o que quer que fosse,...

Não nasci para ninguém

Sabes mãe, não havia nunca ter nascido. Sim, e como as memórias viajam de trás para a frente e frente para trás. Lembro-me ainda daquele...

És meu amor, não és minha mãe

Enrolar-me quase caladinho no teu corpo como se as sombras fossem naves no deserto dos meus sonhos. Ouvir o gesto dos beijos como plantas...

Antes de nascer

Antes de nascer tinha feito um pedido profundo e sentido não sei bem a quem, mas falei sozinho, alto, talvez alguém me ouvisse. Queria...

Mestre dos mestres

Poemas inéditos de Delmar Maia Gonçalves I Mãe! Vou ao funeral da verdade Que a mentira é o rosto dos homens que plantam a cidade! II "Viajante" Ao carregares as angústias do mundo cometeste um erro Esqueceste as tuas angústias. III "Mestre dos mestres" O...

Amor de mãe

Esse amor incondicional e amantíssimo que não quer nem precisa de palavra alguma para o explicar ou o definir. Porque inexplicável e indefinível. Mas...

Os meninos da mãe

Os meninos da mãe não lhe largam o saiote. E choram. Fazem birra. Esperneiam deitados em chão coberto com tapetes do mais fino que...

Como ser super

Enquanto tentava acertar algo com os meus botões, reparei que a minha filhinha de cinco anos, rabiscava descontraidamente um desenho que despertou a minha...

A minha mãe

Quando a conheci tinha eu vinte e um anos de idade, não que nunca a tivesse visto, ela cresceu comigo como uma irmã mais...

Natal

Se considero o triste abatimento Em que me faz jazer minha desgraça, A desesperação me despedaça, No mesmo instante, o frágil sofrimento. Mas súbito me diz o pensamento, Para...

Os pais são sempre os maus

A primeira reacção é sempre a mesma: os homens, pais, são sempre os maus da fita. Ora porque a mulher alega isto, ou a...
- Publicidade -

Últimas notícias

- Publicidade -