Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 17, 2021
- Publicidade -

Nome do autor

Alice Coelho

Poetisa
216 Artigos
0 COMENTÁRIOS

Anoiteço

Poema inédito de Alice Coelho Anoiteço Naquela sombra que me guia Na lágrima do rosto escorrida No cantar desperto da cotovia Nas asas ao vento adormecida Anoiteço No luar que me...

Levo….

Poema inédito de Alice Coelho Levo.... Levo o teu sorriso comigo A sombra do mar no olhar Numa viagem sem destino E poemas para mergulhar Levo o teu sorriso comigo Na...

Deposito….

Poema inédito de Alice Coelho Deposito.... Deposito num olhar Na planície de areia Pelas ondas do mar No rio da minha aldeia. As conchas cochicham As nuvens estremecem E eu pinto de...

Cheiros

Poema inédito de Alice Coelho Cheiros Cheiros impregnados Momentos Segundos controlados Tormentos Dor em suor derramado Lamentos Poemas de rima asfixiado Estrangulado de multidão Mãos de um mar salgado Cheias de chão e solidão. Cheiros Que a...

Natal

Poema inédito de Alice Coelho Natal É a vida com movimento É a verdade e o caminho É o perdão e ensinamento É a camisa sem colarinho Natal. É o Amor...

O meu Natal

Poema inédito de Alice Coelho O meu Natal O meu Natal tem o toque da ternura O cheiro da loucura O silêncio do coração O amor que chega de...

Vai

Poema inédito de Alice Coelho Vai Por entre a névoa da noite Com vampiros e morcegos Passos lentos e apressados Na escuridão que te abraça Num luar que te amordaça Vai Com...

As pessoas

Poema inédito de Alice Coelho As pessoas As pessoas Simplesmente não serão O que os sorrisos mandam O que as bocas engolem O que as línguas enrolam O que os punhais...

Quadro…..

Poema inédito de Alice Coelho Quadro..... Pintei o teu corpo numa tela Com uma luz raiada de sol No olhar a entrar pela janela E na cor amarela do...

Viagem enrugada

Poema inédito de Alice Coelho Viagem enrugada Céu de espuma Vento despenteado Cabelo alvoroçado Mar de espanto Pensamentos enevoados Sentires desarrumados Areias movediças Palavras engolidas Cartas de despedida Para sempre fica longe Até um qualquer dia Num...

Os passos

Poema inédito de Alice Coelho Os passos Ouço-te os passos Pela areia molhada Deslumbrada Em silêncios mudos Carnudos Ouço-te os passos De beijos cansados Desajeitados Ensurdecedora espera Desespera Ouço-te os passos Na maré alta rebentada Desajeitada Na maré baixa...

Vesti

Poema inédito de Alice Coelho Vesti Vesti meus olhos de Mar De sonhos e de fantasias De pudores e de ousadias De saudades e de navegar Vesti meus olhos de...

Quero

Poema inédito de Alice Coelho Quero Quero num sopro de vento Num virar de uma esquina No registo de um momento Um piscar de olho traquina Um sorriso de bem...

Sei

Poema inédito de Alice Coelho Sei De um sol que não tenho De um sorriso escondido De um gesto com engenho De doces olhos de bandido Sei De palavras que me...

Traz-me

Poema inédito de Alice Coelho Traz-me Traz-me o sol ou a lua Em tuas mãos de areia Nua ou vestida sou tua Menina, mulher e sereia Corpo ensopado de mar Pele...

Últimas notícias

- Publicidade -