Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Maio 24, 2022
- Publicidade -

TAG

poema

Quando as borboletas viram pétalas: a poesia de Maria Marta Nardi

Sobre o Caule de Água, de Maria Marta Nardi, publicado pela editora Leonella, é uma coleção de 24 haicais, gênero poético japonês formado por...

Arde….

Poema inédito de Alice Coelho Arde.... Arde na pele este e aquele momento Num destino que se perdeu no ventre Na lenda presente que se perpetuou Numa noite...

Por detrás…

Poema inédito de Alice Coelho Por detrás... Por detrás da cortina Estão uns olhos vazios Dum tempo que passou Duma vida que espreitou Por detrás da vidraça Está o além enevoado Uma...

Pedras serenas

Poemas inéditos de Delmar Maia Gonçalves I E as pedras serenas mas inquietas observam o ruir da ilusão falaciosa.   II Diz-me, ó Crocodilo, quantas noites durará o fantasma da morte neste éden?   III As cangas desapareceram...

Arte do silêncio

Poemas inéditos de Delmar Maia Gonçalves I Um rasto de morte ensombra a cidade fantasmas sem rosto semeiam tumbas sobre o asfalto ardente bandeiras de impunidade foram hasteadas sobre corpos inertes que jazem!   II Não aprendi a arte do...

Quando

Poema inédito de Alice Coelho Quando Sem querer eu te penso Numa noite de saudade Na ferida ponho o penso Nos poemas a liberdade Guardo o sorriso na alma Um abraço...

(Sem) sentido…..

Poema inédito de Alice Coelho (Sem) sentido..... Eram de renda ou de cetim As vestes dos meus sonhos Preto, rosa, beige ou carmim Debruadas por seus poemas Despidas pelos teus...

Era noite

Poema inédito de Alice Coelho Era noite Era noite e eu não queria A lua intensa e espelhada Eu escrevia e não te sabia Palavras e roupa molhada Na sombra...

Uma poética entre o som e o silêncio

A nova geração de poetas paraibanos se destaca pelo rigoroso trabalho com a linguagem, pela originalidade temática e pelo diálogo criterioso com a tradição...

Enquanto

Poema inédito de Alice Coelho Enquanto Enquanto o fumo passeava Aconchegava-se o silêncio Na voz que te serpenteava O olhar perdido num vazio Os passos lentos e incertos Acariciavam o soalho...

Teu corpo

Poema inédito de Alice Coelho Teu corpo Teu corpo é música ritmada É a luz que trespassa a vida É a pele suave e perfumada É o abrigo sem...

A pele

Poema inédito de Alice Coelho A pele Era uma pele pálida e acetinada O rosto de traço sisudo e lúcido A voz tão cadenciada e timbrada Um sorriso louco...

Alongo o olhar

Poema inédito de Alice Coelho Alongo o olhar Alongo o olhar Espero a Primavera. Está para chegar Presa a uma quimera Alongo os braços Espero encontrar Um mundo de abraços E amor para...

É tempo

Poema inédito de Alice Coelho É tempo De mastigar as palavras Devagar tão lentamente Espezinhar um passado Dum sonho ficar ausente É tempo De desatar todos os nós Estrangular os caminhos Correr pelas...

Não entendo…

Poemas inéditos de Delmar Maia Gonçalves I Estou sempre no local errado onde sucedem suicídios conscientes e as paisagens se diluem Onde as chamas avançam entre rochas e pedras surdas e a morte ganha rosto. II "Não...
- Publicidade -

Últimas notícias

- Publicidade -