Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Maio 22, 2022
- Publicidade -

Nome do autor

Yvette Centeno

Licenciou-se em Filologia Germânica, e e doutorou-se com uma tese sobre A alquimia no Fausto de Goethe. É desde 1983 Professora Catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde fundou o Gabinete de Estudos de Simbologia, actualmente integrado no Centro de Estudos do Imaginário Literário.
95 Artigos
0 COMENTÁRIOS

Afinal o que que ficou no Éden?

Um inédito, com que fecho os Sintomas II, enquanto o meu word aguenta... Conclui afinal o que ficara por dizer no ensaio do dizer o...

Ingmar Bergman por Cristina Carvalho

O Caminho contra o Vento. O livro de Cristina Carvalho sobre Ingmar Bergman é para ler devagar, sobretudo por quem conheça a imensa filmografia deste...

João Paulo Esteves da Silva, O coração do Adão

O coração do Adão, sobre este livro terei de escrever. Não era verdadeiro o coração: era maçã, que logo apeteceu. E à primeira dentada Jeová,...

Sérgio Ninguém, o pescoço na navalha

Eufeme Poesia Transparece, na elegância de um cinzento negro, meio acastanhado, da capa, o traço fino de um rosto. Por aqui começa a sedução que...

O Cântico de Cybele

Poema de Yvette Centeno “Tudo em repouso: A treva e a luz, A flôr e o livro”. (Rainer Maria Rilke, Sonetos a Orfeu)   O Cântico de Cybele 1. A lua cobriu...

Dois livros no mesmo dia

Chegaram no mesmo dia, pelo nosso carteiro de sempre, antigo e já de há anos amigo. Deve saber mais do que leio do que...

Peter Levitt, uma centena de borboletas

Tradução de Sérgio Ninguém, edições Eufeme, 2020 Recebi esta edição bilingue da EUFEME, com as traduções de Sérgio Ninguém de um conjunto de Haikai de...

Telepatia, de João Paulo Esteves da Silva

Chegou pelo facebook este poema, oferta generosa do autor aos seus seguidores, que são muitos.   (de João Paulo Esteves da Silva) Telepatia E se tudo fosse, mesmo,...

Manuel Aires Mateus vs. Antoni Gaudí e um Quarteto de cordas pelo meio

Porquê e de onde me vem esta ideia de contrapôr Gaudí a Manuel Mateus? I O título do artigo não explica tudo. Porquê e de onde me...

Paulo da Costa Domingos, Paisagem durante a Batalha

Volto à poesia de Paulo da Costa Domingos, e a esta paisagem, que é de trovoada, pairam nuvens escuras no ar. Mas lemos, e logo...

Deus, Adão e as suas Evas

Les Mythes Hébreux, de Robert Graves e Raphael Patai (Fayard, 1987) são um cuidadoso levantamento de várias fontes, de mitos e símbolos que estão na...

Lilith e Inanna

Foi ao ler o ensaio de Siegmund Hurwitz, Lilith The First Eve, ed. Daimon, 2009, que me ocorreu procurar nas histórias e hinos da Suméria uma...

O morcego do vale

Era uma vez um Príncipe...  Reparem, muitas histórias começam assim, com Era uma vez, e a seguir um Rei, ou Rainha, ou Príncipe ou Princesa... Fazem-nos...

O Melão de Descartes

Nesta obra se recordam alguns dos mais célebres sonhos de grandes pensadores e filósofos, vistos à lupa por Marie-Louise von Franz: de Themístocles a...

A gema de ovo – o ovo alquímico – os enigmas de um sonho

Em vez de tentar esquecer vou relembrar aqui esta imagem de um sonho que tive há uns dias: estamos em meados de Julho de...

Últimas notícias

- Publicidade -