Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Julho 7, 2022
- Publicidade -

TAG

silêncio

Sentada

Poema inédito de Alice Coelho Sentada Sentada Sem olhar para trás Momentos De silêncio e paz Olhares Inocentes e parados Beijos Quentes de saudade Lentos Demorados Lábios sedentos Magia Poesia. Paladares Nas asas do vento Sem lamentos Ao relento. Receba a nossa...

Silêncio

Poema inédito de Alice Coelho Silêncio É como um ombro amigo O vento que me assobia Sorriso que troco contigo Contos da minha fantasia Corpo em olhar esculpido Cabelo solto em...

As cores da rutura

Um pacto entre mim e o silêncio. Calei-me de vez. Brincarei apenas nestas ravinas de saudade e medo, nestes eucaliptos da verdade num cheiro...

Oco Silêncio

Poema inédito de Alice Coelho Oco Silêncio Calas porque te sentes sábio Nas masmorras de um castelo Desfolhas poemas no alfarrábio Emaranhas os dedos no cabelo Asfixias a vida no...

Não vale a pena ser silêncio

Este caudal nascente de fontes imaginárias trazem consigo o vento dos templários, daqueles que viajam como nuvens, sim, ignoremos o nada, são apenas silêncios. Assim...

Arte do silêncio

Poemas inéditos de Delmar Maia Gonçalves I Um rasto de morte ensombra a cidade fantasmas sem rosto semeiam tumbas sobre o asfalto ardente bandeiras de impunidade foram hasteadas sobre corpos inertes que jazem!   II Não aprendi a arte do...

Observatório do tempo

Uma manhã que se veste de silêncio onde caminhos se abrem, sorri devagar a vanguarda olhando de soslaio o caminhar desejoso de caminhantes em...

Nem tudo volta

Poema inédito de Alice Coelho Nem tudo volta NemTudo o que vai um dia volta….As janelas ficaram abertas e as portas entreabertasO ar refrigerou, o poema...

Adivinho(te)

Poema inédito de Alice Coelho Adivinho(te) Adivinho-te no silêncio Bebo as gotas de amor Que salpicam teus dias Catalogados de irreais Impossíveis qual iguais Que nos alimentam a pele Seca de beijos...

O silêncio

Poema inédito de Alice Coelho O silêncio O silêncio demora-se em palavras retidas no regaços feitas em colares de abraços O luar amorna a poesia canta as canções de Outono. e...

Sabor……

Poema inédito de Alice Coelho Ouço os teus silêncios a falar Sinto os teus gestos em carícias A tua voz perto de mim a chegar ...

O Silêncio!

Poema de João de Almeida Santos. Ilustração: Livre intervenção digital de Rute Henriques sobre “Silêncio”, de J. H. Fuessli. O SILÊNCIO! O teu silêncio Alimenta-me A alma! Nele cresce Uma dor Quente, Arterial, Que me dilata As...

O preocupante silêncio de Sérgio Inocente

Sérgio Inocente desapareceu dos radares da política doméstica por várias semanas. Ninguém mais o viu desde aquele dia em que Joni Lô, o candidato...

Obscenidades III

Não terão lido autores que, à semelhança de Lauro de Oliveira Lima, criticam a “pedagogia predial”? Relativamente a Monsanto: saberão o significado de avaliação formativa,...

Um rosto no Natal

Caiu sobre o país uma cortina de silêncio a voz distingue o homem mas há homens que não querem que os demais se elevem sobre os...
- Publicidade -

Últimas notícias

- Publicidade -