Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Abril 18, 2024

Novo Centro Interpretativo da Paisagem Protegida

Joaquim Ribeiro
Joaquim Ribeiro
Jornalista

O Centro agora inaugurado na Cadriceira vai estar aberto diariamente das 9h30 às 16h00, com a presença de dois funcionários da Câmara Municipal.

O novo Centro Interpretativo da Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira passou a ficar instalado, desde o passado dia 12 de Fevereiro, na sede da Associação Cultural Desportiva e Recreativa da Cadriceira, uma aldeia localizada precisamente entre aquelas duas serras.

A associação estava a viver uma situação complicada, com dificuldade em manter a porta aberta, conforme nos explicou o presidente da direcção, Humberto Botelho. Não tem sido fácil sobreviver, desabafou o dirigente, que agora tem mais esperança na continuidade do clube da Cadriceira, até porque passará a haver um mercado rural todos os meses no largo em frente à sede.

A Câmara Municipal de Torres Vedras decidiu deitar a mão à colectividade, ajudando-a a estar aberta e ao mesmo tempo aproveitou as instalações para as colocar ao serviço da população como exposição permanente sobre a Paisagem Protegida Local e loja de venda de produtos regionais. O salão principal alberga o centro interpretativo, incluindo os achados arqueológicos descobertos pela Sociedade de História Natural. Ao lado, no antigo bar da associação, fica a loja de produtos regionais (vinhos, compotas, bolos, licores, etc).

Nas restantes instalações há ainda dois gabinetes para a sede da Florest – Associação dos Produtores Agrícolas e Florestais da Estremadura, que estava sediada na antiga escola primária da Louriceira e agora passa a dispor de melhores condições. A colectividade continua a ter uma sala de jogos para os seus associados.

Na opinião de Filipe Santos, presidente da Junta de Freguesia do Turcifal, aquele é o melhor local para acolher o centro interpretativo, dada a proximidade com as serras do Socorro e Archeira. “Esta é uma solução para as colectividades em dificuldade poderem manter as portas abertas”, disse.

Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal, defendeu que é importante fazer-se um trabalho de preservação dos espaços das associações nas aldeias, como é o caso, e também que o trabalho de educação ambiental se possa fazer por todo o concelho. A estratégia é dar vida ao interior do concelho, sublinhou o edil.

O centro interpretativo agora inaugurado na Cadriceira vai estar aberto diariamente das 9h30 às 16 horas, com a presença diária de dois funcionários da Câmara Municipal. A partir de Março passa a estar também aberto aos fins-de-semana.

A Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira segue as orientações da Convenção Europeia da Paisagem e reveste-se de um carácter pioneiro no que respeita à aplicação deste documento a nível local em Portugal.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -