Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Setembro 25, 2021
- Publicidade -

TAG

Cazuza

Barão Vermelho canta: “Declare guerra”

Década perdida é como apelidamos a década de 1980. O fortalecimento do neoliberalismo levou ao acirramento do desemprego, insegurança financeira, precarização das relações de...

Enquanto isso milhares morrem…

Poema inédito de Beatriz Aquino Enquanto isso milhares morrem... Esses são anos sem encanto. Woodstock nos deixou poucos herdeiros. A ditadura, não fossem o Chico e o Caetano,...

Cazuza, que morreu há 30 anos, exprimiu o sentimento de sua geração

Antes do Barão Vermelho, bem no início da década de 1980, Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza cantava no Circo Voador, com Bebel...

30 anos sem Cazuza: A poesia que resiste a todo mal que insiste em permanecer

“Enquanto houver burguesia, Não vai haver poesia” porque “a burguesia fede. A burguesia” só “quer ficar rica” como se pudesse impedir a história de...

Quando o apito da fábrica te leva à luta na cidade que se fecha aos sonhos

As cinco canções destacadas nos remetem ao trabalho como a essência da vida. Tudo gira em torno dele e nada pode mudar para valer...

Cazuza canta: “Um trem para as estrelas”

Um trem para as estrelas é uma metáfora da ilusão de que a vida poderia ser melhor. Do álbum Ideologia, um dos mais conceituais...

Não é engraçado ostentar luxos de um plano de saúde em um país marcado pela pobreza

Não é raro encontrar cronistas “engraçadinhos” na grande imprensa, que se perdem em seus egos e nos chocam com seu descaramento disfarçado de resistência...

Cazuza faria 60 anos

Antes do Barão Vermelho, bem no início da década de 1980, Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza cantava no Circo Voador, com Bebel...

Cadernos: O Tempo e o Medo

Conta e tempo Camané O tempo não pára Cazuza Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades José Mário Branco Força estranha Caetano Veloso O homem da gaita José Afonso As brumas do futuro Madredeus Dança do desempregado Gabriel,...

O tempo não pára

https://youtu.be/TrADo_p3nYU O tempo não pára Disparo contra o sol Sou forte, sou por acaso Minha metralhadora cheia de mágoas Eu sou um cara Cansado de correr Na direção contrária Sem pódio de...
- Publicidade -

Últimas notícias

- Publicidade -